Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Entretenimento
Por Agência Estado

Zé do Caixão ganhará versão americana produzida por Elijah Wood

Mojica morreu em fevereiro de 2020, aos 83 anos, deixando como legado esse personagem que, agora, deve ganhar o mundo

Por Agência Estado

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Zé do Caixão, personagem criado e interpretado ao longo de décadas por José Mojica Marins, deve voltar em breve às telonas - só que, desta vez, além das fronteiras brasileiras. O site de notícias Screen Daily informou nesta quinta-feira, 14, que o personagem deve ganhar novos filmes nos Estados Unidos e no México.

A iniciativa é conduzida pela produtora americana SpectreVision, fundada por Elijah Wood (o Frodo de O Senhor dos Anéis) e pela britânica OneEyed Films, responsável pelas vendas internacionais do catálogo do personagem. Ao Screen Daily, a SpectreVision disse que a ideia é trazer "uma versão mais popular, acessível e atualizada do Zé do Caixão, fiel ao público que o adora desde sempre, mas apresentando-o para uma audiência nova e mais ampla". "Zé do Caixão é um bicho-papão icônico e indelével que merece ser reimaginado para nossa cultura contemporânea", disse Daniel Noah, um dos responsáveis pela SpectreVision.

"Estamos ansiosos para criar um novo filme que capture a arte sombria da criação singular de Marins para o nosso mundo moderno." O filme americano ainda estaria em fase de pré-produção, com escalação de roteiristas, diretor e elenco. Já o longa-metragem do México está mais avançado, com roteiro sendo desenvolvido pela dupla Lex Ortega e Adrian Garcia Bogliano (do filme Animales Humanos). Ainda não há informações sobre a data oficial de lançamento de nenhum dos dois longas.

O personagem Zé do Caixão

A primeira aparição do Zé do Caixão foi em 1964, quando José Mojica Marins criou o personagem para o clássico longa-metragem de terror À Meia-Noite Levarei a sua Alma. Depois, a figura desse coveiro envolvido em artes místicas apareceu em mais nove filmes e três séries de televisão. Consolidado como uma das figuras mais importantes da cultura pop brasileira, o Zé do Caixão acabou se confundindo com a imagem de seu criador, Mojica Marins, que constantemente era chamado pelo nome de seu personagem.

No exterior, Zé do Caixão também fez sucesso entre o público interessado em histórias de terror, sendo chamado localmente de Coffin Joe. Mojica morreu em fevereiro de 2020, aos 83 anos, deixando como legado esse personagem que, agora, deve ganhar o mundo.

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi

Nós usamos cookies

Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

Aceitar todos os cookies