Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Notícias
Por Bianca

Máscaras e luvas usadas não são lixo reciclável

A infectologista Silvana Aparecida Marquez de Souza explica que os itens de proteção devem ser descartados imediatamente após o uso

Por Bianca

Da Redação

A obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial, em vigor no Estado de São Paulo desde o último dia 7, inseriu um novo resíduo sólido no cotidiano das famílias, por conta disso, especialistas chamam atenção para a importância do descarte correto dos acessórios depois do uso, para evitar a disseminação do novo coronavírus e a poluição da natureza.

A infectologista Silvana Aparecida Marquez de Souza explica que as luvas e máscaras descartáveis (cirúrgicas) precisam ser descartadas imediatamente após o uso. “A melhor maneira de fazer isso em casa é colocar num saco plástico e descartar no lixo do banheiro. É importante lembrar que, após jogar fora, é preciso lavar bem as mãos”, explicou a médica.

Máscaras de tecido

Para o uso da população, a especialista destaca a eficiência das máscaras de tecido, que são laváveis. “Elas são uma barreira física importante nesse momento para reduzir as chances de contágio e podem ser reutilizadas após serem devidamente lavadas com água e sabão, detergente ou hipoclorito de sódio (cândida)”, afirma Silvana.

Em relação às luvas, a infectologista alerta sobre a falsa sensação de segurança que elas provocam, “muitas vezes, a pessoa acha que está totalmente protegida com a luva e acaba tocando a boca, nariz e olho com um superfície que pode estar infectada”.

É importante lembrar que, assim como a máscara, as luvas não devem ser reutilizadas. Tanto o manuseio de luvas e máscaras deve ser realizado após o uso de álcool em gel.

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi