Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Notícias
Por Roberto

Saúde confirma mais 2 mortes e 22 novos casos de coronavírus em Valinhos

A quantidade de pacientes internados subiu para 68 e atingiu o mais alto número desde o início da pandemia

Por Roberto

A Secretaria da Saúde confirmou nesta segunda-feira (29) em Valinhos mais duas mortes e 22 novos casos de covid-19. Com isso, a cidade tem agora 26 mortes confirmadas pela doença e 685 casos positivos.

Os números seguem reforçando a tendência de aceleração da curva de casos positivos desde o dia 31 de maio, quando eram 174 os casos confirmados. De lá para cá, em apenas 29 dias, foram 511 confirmações. 

A quantidade de pacientes internados subiu para 68 e atingiu o mais alto número desde o início da pandemia. A taxa de ocupação de leitos na cidade é de 75%.

Com base nos dados, a Vigilância Sanitária reforça que a doença atingiu fase crítica na cidade e apela para que a população respeite o isolamento, reduza a circulação pela cidade e faça sua parte para a contenção da doença. Nesta semana, os serviços essenciais vão continuar fechados na cidade, assim como acontece em Campinas.

Dos 22 novos casos confirmados desta sexta-feira, 8 são moradores de Valinhos e 14 são de outras cidades. No total, dos 685 casos já confirmados da doença, 424 são de moradores de Valinhos e 261 informaram que residem em outros municípios. 

A Secretaria da Saúde contabiliza casos de munícipes e não munícipes confirmados com covid-19 na mesma tabela de dados, já que todos os não munícipes com exames positivos têm alguma ligação com a cidade, como atividades profissionais, parentes próximos e imóveis de veraneio (chácaras utilizadas nos finais de semana, por exemplo) e foram tratados pelo sistema valinhense de saúde (público ou privado). A divulgação dos dados, no entanto, discrimina moradores e não moradores.

Os casos suspeitos agora são 229 no Município. O número de mortes suspeitas subiu para 9. Há ainda 362 casos descartados.

Leitos

A quantidade de pacientes internados nos dois hospitais de Valinhos é a maior desde o início da pandemia. Subiu de 66 para 68 nesta segunda-feira, sendo que 38 estão em  UTIs (29 na Santa Casa e 9 no Galileo), com quadros mais graves, e outros 30 em enfermarias (15 na Santa Casa e 15 no Galileo).

A taxa de ocupação das UTIs na cidade (atendimento SUS e privado) caiu para 75%, segundo informações oficiais dos hospitais à Secretaria Municipal da Saúde. Dos 51 leitos disponíveis para covid (31 na Santa Casa e 20 no Galileo), 38 estão ocupados.

Na Santa Casa, a ocupação caiu de 100% para 94% da capacidade. Na última sexta-feira (26), o hospital informou que conseguiu ampliar, mais uma vez, sua capaciade de atendimento em UTI com uma readequação em sua infraestrutura. Dessa forma, passou de 29 para 31 o número de leitos exclusivos de covid-19 na UTI. A Santa Casa informa ainda que dos 31 leitos de UTI para covid, 30 são leitos efetivos e 1 é de pronto-socorro, mas que pode receber pacientes de urgência enquanto aguardam a abertura de vaga na UTI. 

Na UPA, a instalação, na última semana, de dois respiradores enviados pelo Governo do Estado, possibilitou iniciar o atendimento em leitos de apoio para pacientes que aguardam vagas na UTI da Santa Casa quando ela estiver lotada. Esses 4 novos leitos serão usados apenas como apoio para a Santa Casa e serão ocupados quando não houver vagas disponíveis no hospital.

Fique em casa

A recomendação do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde e da Organização Mundial da Saúde é para que as pessoas evitem sair de casa. O isolamento social é a melhor forma de se proteger do coronavírus. Estabelecimentos não essenciais não estão autorizados a funcionar em Valinhos. 

Por determinação da Vigilância Sanitária, estabelecimentos de comércio e serviços voltam a fechar a partir desta terça-feira, numa tentativa de conter o avanço da doença. Apenas os serviços essenciais poderão abrir. 

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi