Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Entretenimento
Por Roberto

No #Provoca, Sérgio Vaz e Patricia Melo falam sobre violência contra mulher

Eu acho que a nossa arrogância é maior que a pandemia, a gente vai ficar dentro de casa e talvez saia pior

Por Roberto

No #Provoca Em Casa desta terça-feira (19/5), Marcelo Tas entrevista remotamente a escritora Patrícia Melo e o poeta Sérgio Vaz. Na primeira edição dupla do programa, Patrícia fala sobre violência contra mulher nesse momento de pandemia, feminicídio e outros assuntos. Enquanto Sérgio dá ênfase à situação de invisibilização histórica da periferia, sua relação com a poesia e diversos temas. #Provoca vai ao ar às 22h15 na TV Cultura e no YouTube.

Patrícia, que atualmente vive na Suíça, é autora de livros como Mulheres Empilhadas. Na edição, ela afirma: "Eu falo que a gente vive uma pandemia dentro de uma pandemia, né, porque essa mulher que hoje está sendo vítima da violência nesse quadro de coronavírus, na verdade, ela já era vítima. O que aconteceu é que, com o coronavírus, ela ficou confinada com seu algoz e a violência que ela sofria esporadicamente, ou nos fins de semana, ou quando esse homem estava mais disponível em casa, agora ela sofre todos os dias".

Ainda no #Provoca, Sérgio, criador do Sarau da Cooperifa, expõe a sua visão sobre o momento atual do Brasil. "Eu acho que a nossa arrogância é maior que a pandemia. a gente vai ficar dentro de casa e talvez saia pior. A gente fala que é um país racista, homofóbico, violento, misógino. [Ao mesmo tempo que] a gente sempre acreditou que Deus é brasileiro, que é o melhor carnaval do mundo, que é o melhor futebol do mundo... Mas, agora, estamos vendo como as pessoas são más, como elas fazem questão de ser más", ele declara.

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi