Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Esportes
Por Agência Estado

No Guarani, Sávio revela sintomas e Pablo diz ainda não estar 100% após covid-19

Por Agência Estado

O Guarani vem passando por um surto de covid-19.

A doença alcançou o clube bem na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro e foi um dos motivos que atrapalhou a equipe da briga pelo acesso.

O atacante Bruno Sávio revelou ter sentindo fortes sintomas, mas não precisou ser internado. "Acabei tendo bastante sintomas, fiquei bem mal alguns dias, mas graças a Deus pude me recuperar rápido e estar tendo condições de jogo para poder estar ajudando a minha equipe.

Fico muito feliz por ter voltado a jogar, por ter contribuído dentro de campo, mas infelizmente triste com a derrota", falou o jogador que esteve em campo no revés por 2 a 0 diante do CRB, na última segunda-feira. O também atacante Pablo também esteve em quarentena recentemente e explicou o sentimento vivido neste período sem poder se relacionar com companheiros ou sequer treinar no CT.

Segundo o jogador, o período foi bem desagradável. "Período de isolamento não só para mim, mas para todos, é horroroso.

Eu queria estar treinando, jogando… Sou um cara que fisicamente estou sempre preparado, mas é uma doença que é uma caixinha de surpresas, se eu falar que estou 100%, estarei mentindo, só que estou disposto se ele (Felipe Conceição) optar por mim, para ajudar a equipe da melhor forma possível", falou. Ambos os jogadores também falaram sobre a sequência decisiva para o Guarani na Série B.

Com 48 pontos, a quatro do G4, o time campineiro precisará vencer todos os jogos para tentar terminar entre os quatro colocados. "São jogos decisivos, temos que encarar realmente como final e psicologicamente precisamos estar tranquilos.

Sabemos que temos chance, acreditamos que podemos concretizar nosso objetivo, mas com os pés no chão, sabendo das dificuldades, só que sem deixar a toalha cair", falou Pablo. Bruno Sávio completou.

"A gente sabe que são quatro jogos muito difíceis.

A reta final da Série B sempre é mais difícil.

Todas as equipes têm os objetivos, e os jogos se complicam bastante.

Então a gente sabe que vai ser jogo difícil, a gente vai entrar sempre respeitando os adversários, mas sempre buscando o nosso objetivo que é estar ganhando, estar colando na parte de cima da tabela e brigando até o final."

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi