Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Notícias
Por Gustavo

Morcego com raiva é encontrado em avenida de Jundiaí

Neste ano, esse é o segundo caso. O primeiro animal positivo para raiva foi encontrado em março no bairro Caxambu. Em 2019, foram sete casos registrados

Por Gustavo

A Vigilância em Saúde Ambiental (VISAM), órgão da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) de Jundiaí,  realizou nesta terça-feira (19) ação preventiva contra raiva na Vila das Hortências, em função de um morcego recolhido morto e positivo para a doença. O animal estava caído na avenida Prefeito Luiz Latorre e uma munícipe entrou em contato com o órgão, que fez o recolhimento e exames diagnósticos.

Os técnicos, além de buscarem sinais de colônias de morcegos nas áreas próximas ao caso identificado, percorreram as casas da região, orientando os moradores e realizando o levantamento vacinal da população de cães e gatos.  Sempre que ocorre o encontro de um morcego positivo para raiva, são realizadas medidas preventivas contra a doença. “Atuamos ofertando informações aos moradores do local. Esse morcego em questão é da espécie Artibeus lituratus e se alimenta basicamente de frutos, e é  muito comum em nosso município. É natural, de tempos em tempos e em razão do trabalho de vigilância efetuado, o encontro de um morcego positivo para raiva”, esclarece o veterinário da VISAM, Luis Gustavo Grijota Nascimento.

Neste ano, esse é o segundo caso. O primeiro animal positivo para raiva foi encontrado em março no bairro Caxambu. Em 2019, foram sete casos registrados.

De acordo com o veterinário, é importante que a população mantenha os animais vacinados e saiba que apenas os morcegos com comportamento fora do normal –  andando no chão, caído, voando durante o dia, pendurado em cortinas e janelas, e dentro de cômodos ou veículos – necessitam de maior atenção.

“Não são todos os morcegos que apresentam risco, já que apenas uma pequena fração da população de morcegos pode estar infectada com o vírus da raiva. Por isso, focamos esses que apresentam comportamento anormal. Também cabe lembrar que os morcegos são protegidos pela Lei Federal nº 9605 de 1988 e, portanto, não devem ser caçados ou mortos. Eles são importantes para a manutenção do equilíbrio ambiental, ao fazer a polinização de plantas, disseminar sementes e controlar  população de insetos”, reforça.

Orientações


Contatar imediatamente a VISAM, pelo telefone (11) 4521-0660, caso seja encontrado algum morcego em situação não usual, para recolhimento do animal;

Caso seja possível, isolar o cômodo em que o animal foi encontrado e/ou imobilizá-lo, colocando sobre ele um anteparo como um balde, pote de sorvete, um pano ou uma caixa. Ninguém deve manusear os morcegos sem proteção – mesmo os encontrados mortos;

Vacinar anualmente os cães e gatos contra a raiva. A vacinação é a melhor forma de prevenção da doença.

Assessoria de Imprensa
Foto: Fotógrafos PMJ 

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi