Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Notícias
Por Cristian

‘A antecipação de feriados traria ainda mais prejuízos à economia de Itatiba’, afirma Douglas

Ao contrário da capital, Itatiba não irá antecipar os feriados porque o número de casos que necessitam de tratamento médico está sob controle, segundo a municipalidade

Por Cristian

Foto: Lucas Selvati

Da Redação

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na última segunda-feira, 18, o projeto de lei que autoriza o prefeito Bruno Covas (PSDB) a antecipar os feriados de Corpus Christi e do Dia da Consciência Negra para hoje e amanhã, 20 e 21. A intenção é criar um “feriadão” para manter as pessoas em casa e aumentar o isolamento social, como forma de retardar o avanço do coronavírus.

Itatiba, no entanto, não adotará a antecipação de feriados, segundo informou o prefeito Douglas Augusto ontem, 19. “Em diálogo com o secretário de Saúde, Fábio Nani, e equipe municipal de enfrentamento ao coronavírus, verificamos que o número de casos que necessitam de tratamento médico está sob controle, assim como a capacidade hospitalar instalada”. “Sendo assim, a antecipação de feriados traria ainda mais prejuízos à economia de Itatiba, sem produzir ganhos reais no combate à doença em nossa cidade”, ressaltou Douglas.

A Prefeitura de Morungaba também informou que não irá antecipar os feriados, já que o município registrava até ontem três casos ativos de coronavírus.

 

Litoral

 

Prefeitos do litoral paulista estão recorrendo à Justiça para bloquear o acesso de turistas às praias durante o feriadão prolongado em São Paulo. Eles alegam que a antecipação dos feriados decretada por Bruno Covas coloca em risco o isolamento social, conseguido “às duras penas” pelas cidades da região. São Sebastião e Ubatuba estão entre os municípios que apresentam as taxas mais altas no Estado.

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto (PSDB), informou à reportagem do Estado de S. Paulo que o pedido de bloqueios foi apresentado à Justiça na manhã de ontem e afirmou que, “toda vez que teve feriado, registramos um aumento de 30% nos casos de coronavírus no município. São cem mil veranistas que entram, além dos 45 mil que já estão aqui”.

Quem também deve pedir autorização à Justiça para fechar os acessos é o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior (MDB). “Já conversamos com o Estado e precisamos de apoio agora. A capital está pensando nela, o que é certo, mas temos que garantir a saúde do nosso pessoal aqui. Não queremos chegar ao extremo de ter que abrir as praias em plena pandemia”, ressaltou.

Os nove municípios da Baixada Santista, no litoral sul, definiram que não vão aderir aos feriados antecipados. Em teleconferência realizada na manhã de ontem, eles aprovaram um pedido de ajuda ao governo estadual, para impedir a entrada de turistas nesse trecho do litoral. O plano é retomar os bloqueios nos acessos. As informações são do Estado de S. Paulo.

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi