Jornal de Itatiba Portal de notícias de Itatiba

Menu
Entretenimento
Por Agência Estado

10 filmes românticos para comemorar o Dia dos Namorados

A cena da cantina, quando Lady e Tramp compartilham a pasta e o fio puxado de lado a lado termina num beijo, mostra que o amor pode não ser exclusividade de humanos

Por Agência Estado

Foto: Divulgação

Existem as histórias de amor clássicas e os grandes filmes românticos que atravessam gerações, falando ao coração do público de diferentes épocas. Casablanca, o agora renegado - por seu racismo implícito - ...E o Vento Levou, Tarde Demais para Esquecer, Uma Linda Mulher, Ghost - Do Outro Lado da Vida, Titanic. Vamos fugir um pouco ao lugar-comum. Outros romances podem enternecer seu Dia dos Namorados, neste sábado, 12.

Assista-os!

Uma Boa Ação Tyler Perry vem sendo um fenômeno da indústria há mais de uma década. Em 2011, a Forbes listou-o como o homem, não só o afro-americano, mais bem pago do entretenimento. Ator, autor, roteirista, diretor, produtor, empreendedor, ele é tudo. Neste ano recebeu o Oscar humanitário e foi reverenciado por seu trabalho social durante a pandemia. Uma Boa Ação é um clássico da Sessão da Tarde. Tyler faz empresário que herdou o negócio bem sucedido do pai, mas vive controlado pela mãe. O encontro com a funcionária da limpeza do escritório fará uma revolução em sua vida.

Uma Cinderela às avessas? Thandie Newton, a atriz de Assédio, de Bernardo Bertolucci, é quem faz o papel. Tem química com Tyler. Trailer

Coincidências do Amor Desde a cultuada série Friends, Jennifer Aniston virou favorita do público, mas não consegue ser unanimidade. Tem gente que a considera a pior atriz do mundo. Não é verdade. A comédia de Josh Gordon e Will Speck é outra que volta e meia cativa os espectadores da Sessão da Tarde. Jennifer está sem relacionamento, mas quer ser mãe. Recorre à inseminação artificial, pensando que o pai de seu filho será um, mas é outro. Seu melhor amigo, completamente bêbado, substitui o esperma no material de coleta. Sete anos depois, reencontram-se - e o filho é a cara dele. Jason Bateman faz o gênero homem-menino com competência. Conseguirá recuperar a amada - Jen - que está de casamento marcado? Trailer

A Razão do Meu Afeto Jennifer Aniston de novo. Ela vai morar com o amigo gay, Paul Rudd. Quando engravida do namorado, resolve continuar morando com ele. E mais - que ele seja o pai de seu filho. Nicholas Hytner dirige e o filme possui um encanto especial. De forma humorada e afetiva, propõe novas formas de organização familiar. E você vai torcer pelo gay! Trailer

Casa Comigo? Uma love story que se passa, em boa medida, na estrada. Amy Adams cansou de esperar que o namorado oficialize o compromisso. Como existe uma tradição irlandesa, segundo a qual o homem não pode recusar o pedido de casamento feito no dia 29 de fevereiro, ela vai atrás dele - na Irlanda! O problema é Matthew Goode, o motorista com quem Amy cai na estrada. O cinema celebrou muitas mulheres doces, mas um homem? Dirigidos por Anand Tucker, Amy e Goode formam uma das duplas mais perfeitas da história da comédia romântica. Trailer

Feitiço da Lua Cher e Olympia Dukakis ganharam os Oscars de melhor atriz e melhor coadjuvante do ano, 1987. Cher faz viúva que cede à pressão da família e está para se casar com Danny Aiello quando descobre o irmão dele - e apaixona-se! Nicolas Cage é complexado porque tem uma mão artificial. Norman Jewison dirige o roteiro - também vencedor do Oscar - de John Patrick Shanley. Na cena decisiva, Cher e Cage vão à ópera e a ária é Che Gelida Manina, de La Bohème. Tudo a ver. Trailer

Moulin Rouge O fecho da trilogia da cortina vermelha de Baz Luhrmann, que começou com Vem Dançar Comigo e prosseguiu com Romeu + Julieta. Desde a abertura, ao som de Nature Boy - There was a boy, a very stranged enchanted boy -, o filme mostra a chegada de Ewan McGregor ao cabaré e o seu envolvimento com a estrela da casa, Satine/Nicole Kidman. Mas ela tem um amante que exige exclusividade. Desista do realismo. Luhrmann teceu uma obra-prima de artifício, usando uma tragédia de amor para refletir sobre o mundo do espetáculo. Trailer

Um Lugar Chamado Notting Hill A estrela do cinema e o tímido dono de uma livraria em Londres. Julia Roberts entra por acaso na loja de Hugh Grant e a vida dele muda para sempre. A química do casal, os amigos ao redor, a trilha com She. Roger Michell fez um daqueles filmes em que tudo parece perfeito. Não por acaso, tem gente que considera o resultado a maior comédia romântica do cinema. Mesmo que não seja, tem encanto de sobra, e a cena da coletiva, quase no final, é um regalo. Trailer

Diário de Uma Paixão O velho que cuida da paciente com Alzheimer numa clínica. Ele conta uma história. A menina rica que se apaixona por garoto pobre, os pais dela que se opõem e fazem de tudo para afastar o indesejável. Ele vai para a guerra, o tempo passa e terminam por se reencontrar. O que as duas histórias têm em comum? Nick Cassavetes dirige sua mãe, a grande Gena Rowlands. James Garner faz o idoso cheio de amor, mas são os jovens que cativam, Rachel McAdams e Ryan Gosling. Tente não chorar, se for capaz. Trailer

A Dama e o Vagabundo Pensaram que o clássico da Disney ficaria de fora? A cachorrinha criada com toda mordomia na casa dos ricaços e o vira-latas da rua. A vida dela muda quando o casal de donos tem um bebê e a velha tia vem ajudar a cuidar da casa, com aqueles gatos diabólicos, Si e Ão. A cena da cantina, quando Lady e Tramp compartilham a pasta e o fio puxado de lado a lado termina num beijo, mostra que o amor pode não ser exclusividade de humanos. Os diretores Clyde Geronimi, Hamilton Luske e Wilfred Jackson conseguiram dosar aventura, romance, comédia e até suspense. O rato que se aproxima do berço conseguirá fazer mal ao pimpolho? Trailer

Hiroshima, Meu Amor Uma love story cabeça para diversificar a lista. Emmanuelle Riva faz uma atriz francesa que participa de um filme contra a bomba atômica que está sendo rodado em... Hiroshima. Ela se envolve com um japonês e um gesto de Eiji Okada, na cama, lhe traz de volta um amor da juventude, na França ocupada pelos nazistas. Dois tempos, duas histórias, duas cidades - Hiroshima e Nevers. O roteiro de Marguerite Duras, a direção de Alain Resnais, a química de Emmanuelle e Okada. Um dos maiores filmes do cinema pode ser visto, também, como romance.

Trailer

tópicos

Não conseguimos enviar seu e-mail, por favor entre em contato pelo e-mail

Entendi